Esta página é melhor visualizada com o JavaScript habilitado

90 dias de Bee Delivery

 ·  ☕ 4 min. de leitura  ·  ✍️ flads

Dia 11 de Janeiro desse ano assumi o posto de desenvolvedor web na Bee Delivery, uma startup de delivery que conecta empresas a motoboys. Entrei para o time de desenvolvimento, conheci pessoas admiráveis e estou tendo todos os dias a oportunidade de dar o meu melhor como desenvolvedor em uma empresa que não para de crescer e que tem muito a construir.

Faz uns anos que criei um hábito. Sempre olho para a bag de qualquer motoboy que passa por mim. Comecei a fazer isso quando, por meio de um site local, tomei conhecimento da existência de uma empresa de tecnologia na minha cidade. Uma startup em Mossoró/RN. E o mais legal, ela estava expandindo para outros locais. Inicialmente me admirei com o ótimo site da empresa. Achei muito bem-feito comparado aos de outras empresas locais.

Ano passado, nos mesmos 4 primeiros meses do ano, trabalhei em uma software house. Uma empresa muito organizada, com ótimos desenvolvedores e com uma cultura também muito agradável. Porém, no dia em que recebi a resposta que tinha passado do período de experiência, pedi pra sair. Estava decidido que queria empreender. Considerava àquelas 8 horas diárias de trabalho muito sufocante, como se tivesse trabalhando em algo totalmente alheio a minha vida e somente pelo dinheiro na conta. Queria agora pegar uns projetos freelancer e, quem sabe, seguir como autônomo.

Não foi muito bem assim que aconteceu. Logo me vi com dificuldades para captar clientes e com um modelo de negócios que não iria se sustentar por muito tempo. Ali estava eu novamente em busca de um emprego formal, disposto a trocar minhas horas de vida por dinheiro.

Meu amigo Joatan entrou em contato com outro amigo, Bruno, que me indicou para o cargo de Desenvolvedor na Bee. Sou grato a esses dois caras por terem me ajudado com isso, sem eles eu não teria iniciado essa jornada.

Conheci meus colegas de trabalho. A receptividade foi algo inenarrável. Todos da Bee pareciam ter uma capacidade inata de fazer você se sentir parte daquilo. Os três sócios-fundadores eram pessoas incríveis, com suas particularidades que eu viria a conhecer e admirar. Todos estavam muito dispostos a ajudar e fazer você se sentir bem.

Como desenvolvedor, e com a pouca experiência que tenho nessa área, pude ver um projeto de software que fugia de alguns padrões da comunidade. Mas pude entender que aquele projeto era fruto de uma equipe que estava focada em crescer, e crescer rápido. Muitas vezes não se tinha tempo para implementar algo da melhor forma. O prazo estava apertado e era necessário que se fosse feito o mais rápido possível. Com o tempo foram se organizando os códigos e hoje já temos um projeto melhor.

Em minha reunião com Luan e Ramon (CTO e Development Leader, respectivamente) comentei sobre algumas coisas que me fazem querer ficar na Bee. Além da ótima cultura da empresa e das pessoas agradáveis, a oportunidade para dar o meu melhor como desenvolvedor de software, é o que me faz querer ficar. É o que me faz arder o peito. Saber que amanhã eu posso implementar algo que irá rodar em um projeto grande como o da Bee, é fantástico. Saber que, por meio do meu trabalho como programador, impacto a vida de entregadores em todo o Brasil é estimulante. Eu não teria como não ser grato a todas as pessoas que me permitem fazer isso.

Sou um desenvolvedor de software que ama o que faz. Criar aplicações que gerem valor para pessoas é meu objetivo. Na Bee encontrei um ambiente favorável a isso. Encontrei pessoas que desejo ter a amizade pro resto da vida. Aprendo todos os dias, tanto como desenvolvedor, quanto como pessoa. Não sei quanto tempo permanecerei, mas tenho certeza que o tempo que for, será valioso, pois é difícil encontrar algo com tanto valor agregado assim.

Bee-Delivery

Essa é uma foto de parte da equipe no dia do meu aniversário. Me fizeram essa surpresa 🥰.
Obrigado time ❤️.

Compartilhar em

flads
Escrito por
flads
Web Developer